Reviews

Review: LatinVFR KBWI Baltimore-Washington Int’l

0

Voar nos Estados Unidos sempre é uma alegria. Milhares de aeroportos, milhares de rota e quem opta pelo voo online, principalmente pela rede Vatsim, entende o quanto as vezes é cansativo e desafiador enfrentar aeroportos movimentados. Controladores pressionando, simuleteiros sem experiência atrapalhando o fluxo de tráfego e dezenas de aeronaves dentro de uma mesmo espaço aéreo . Justamente buscando esse desafio que sempre quando sento em frente de um PFPX ou Simbrief, procuro inicialmente pelo FlightRadar ou pelo Flyaware,  aeroportos movimentados.

Foi em uma dessas procuras que me deparei com o aeroporto de Baltimore (BWI/KBWI). Fiquei impressionado na vida real com a quantidade de chegadas e saídas. Não demorou muito e recebi a notícia sobre o lançamento desse aeroporto pela LatinVFR e hoje ele será o foco do nosso review.

KBWI – Baltimore/Washington International Thurgood Marshall Airport fica localizado em Maryland e é considerado o aeroporto mais movimentado da região. Hub da Southwest Airlines, tem um fluxo anual de 25.1 milhões de passageiros e desde já, na minha opinião,  supri a necessidade de termos um mais uma opção no leste americano.

Suprir essa necessidade, conforme a proposta que a LatinVFR oferece,  não necessariamente é cumprir. Sei que de primeiro momento isso pode já parecer um veredito, mas leia até o final para entender o meu ponto de vista.

Que não conhece a LatinVFR ela é responsável por grandes cenários como: Miami, San Diego, Key West entre outros conforme link (http://www.latinvfr.org/sceneries/). Entretanto, por mais que você se impressione com a quantidade de aeroportos, infelizmente uma marca registrada deles é um trabalho não tão detalhado. Ou seja, produzimos, entregamos, mas não surpreendemos. O que quero dizer é que com a evolução dos simuladores e cenários, antigas produtoras ainda não se reinventaram. Utilizam da mesma fórmula para diversificar aeroportos e claro ganhar dinheiro, porém no meu ponto de vista comparativo entregam sempre àquilo que mencionamos em nossos grupos ou lives que realizamos, como “better the default”- Melhor que o padrão.

Não sei como vocês encaram essa minha conclusão, mas posso dizer que conhece bem o trabalho deles, pois já voei na maioria dos aeroportos que ele produziram e tenho uma base grande para comparar.

Adquiri uma cópia pois para mim e meus voos, Baltimore, é um hub necessário na região para fazer ligações para Boston, Atlanta ou aeroportos na região da Florida. Instalei e logo já prepararei o meu primeiro voo com o 737-700 da Southwest Airlines saindo de  Charlotte (KCLT) para Baltimore (KBWI). Com o callsign SWA1473 iniciei a rolagem na expectativa de como seria chegar lá e qual experiência a nova aquisição iria me oferecer.

Como é um voo curto, aproximadamente 50 min, a carga de trabalho foi intensa e me adiantei na preparação de cabine para poder curtir a aproximação e o visual da cidade. Foi neste momento que a primeira decepção bateu. Cumprindo o procedimento RIPKN2 ARR, com aproximação pelo ILS RWY 28, fui surpreendido por um blur em toda a cidade. Desânimo total. Processamento estuprando a máquina e eu simplesmente não querendo olhar para fora pensei que havia desperdiçado dinheiro.

Continuei o voo, não na mesma empolgação inicial, mas queria ver o aeroporto e também estudar o procedimento. Um pouco mais de 18 milhas do aeródromo, meu simulador simplesmente conseguiu carregar toda a cidade (demorou aproximadamente 2 minutos para isso acontecer) e consegui fazer o pouso normalmente.

Pousei e explorei o aeroporto. Como disse acima, não tive muitas novidades sabendo o trabalho que a LatinVFR aplica em seus cenários, mas fiquei contente de poder pousar com um #ChupaCelso de -105 e também em ter mais uma opção nos Estados Unidos, mesmo tendo de engolir a seco o problema.

Fechei o simulador e fui atrás de informações sobre outros usuários reportando o mesmo problema e me assustei com o que achei. Não só em Baltimore, encontrei muitas reclamações do mencionado “blur”na região. Abri um ticket no suporte da LatinVFR e em menos de 20 minutos recebi a devolutiva da empresa, ciente do problema e que estavam preparando um hotfix para minimizar o impacto da região.

Dito e feito. Em menos de 24 horas eles soltaram uma atualização focada na melhoria de desempenho  no entorno do aeroporto para minimizar qualquer impacto. Instalei, refiz o voo e não tive mais o problema até agora.

Para não me alongar mais do que já me alonguei, recomendo sim a aquisição desse aeroporto, mas coloco dois importantes conselhos para quem pensa em adquiri-lo. O primeiro é que baixem as expectativas sobre esse aeroporto ser um 5 estrelas em termos de modelagem e detalhes. Ele cumpri, como já disse acima, e ser melhor que os defaults, oferecer o mínimo em otimização, mas não trás inovações como podemos notar em outras produtoras.

Segundo conselho. Caso tenha uma máquina mais humilde, não invista seu dinheiro nele. Não digo isso pelo aeroporto, mas sim por essa região dos Estados Unidos. Não tenho uma conclusão com base técnica, mas acredito que exista algum problema de otimização da região que impacta de forma assustadora nossos queridos frames.

Principais Rotas:

  1. Atlanta, Georgia
  2. Fort Lauderdale
  3. Orlando, Florida
  4. Boston, Massachusetts
  5. Charlotte, North Carolina
  6. Detroit, Michigan
  7. Tampa, Florida
  8. Denver, Colorado
  9. Chicago–O’Hare, Illinois
  10. Las Vegas, Nevada

Companhias que Operam:

  • Southwest Airlines
  • Spirit Airlines
  • Delta Air Lines
  • American Airlines
  • United Airlines

PRODUTORA: LatinVFR

Preço: ‎€ 21.99 (aproximadamente R$97,00)

[mks_button size=”medium” title=”COMPRE AQUI” style=”squared” url=”http://www.latinvfr.org/sceneries/latinvfr-baltimore-washington-intl-kbwi-for-p3dv4/” target=”_self” bg_color=”#1e73be” txt_color=”#FFFFFF” icon=”fa-shopping-cart” icon_type=”fa” nofollow=”0″]

 


 Vídeo: Em breve vídeo no canal V1 Simulação

  • Apresentação
  • Funções
  • Performance
  • Design
  • Preço
3.8

Resumo

Nota: 7.5 (Normal)

Stephan Strojnowski

X-Crafts Aposta no Desenvolvimento da Familia Embraer ERJ

Previous article

*Edit: Axmiha Publica Imagem e Vídeo do Cenário de Brasília SBBR em Desenvolvimento

Next article

You may also like